The Radio Dept. | conheça a banda sueca

A banda de indie pop sueca The Radio Dept.,  lançou seu novo trabalho, Running Out of Love.

The Radio Dept. apresentou seu novo álbum que em seu teor fala sobre a disputa entre a gravadora Labrador Records e os direitos autorais das músicas lançadas pela banda. Mesmo após a perda do processo, um acordo entre a gravadora garantiu o lançamento de novo álbum. Running Out of  Love foi lançado em 2016 e antecede o elogiado Clinging To A Scheme.

Antes do lançamento, para explicar a atual situação da banda, à Radio Dept., escreveu uma carta para seus fãs falando sobre a trajetória que antes e após o processo.

“Nós acabamos de finalizar nosso quarto álbum de estúdio, Running Out Of Love. Um álbum sobre a vida na Suécia em 2016 e como nossa sociedade parece estar em regressão de diversas formas. Politicamente, intelectualmente, moralmente… É um álbum sobre todas as coisas que estão se movendo na direção errada. É sobre a impaciência que se transforma em raiva, ódio e ultimamente em afastamento e apatia quando o amor pelo mundo e nossa existência começam a vacilar.
 
Pela terceira vez seguida nós fizemos dois álbuns ao invés de um. Depois de estar constantemente em turnês por uns dois anos após o nosso último lançamento, Clinging To A Scheme, nós começamos a escrever e gravar um álbum que decidimos jogar fora. Como alguns de vocês devem saber, nós acabamos nos metendo em uma longa batalha com nossa gravadora e distribuidora. Nós fizemos uma pausa de lançar singles e EPs e resolvemos gastar nosso tempo saindo com amigos, trabalhando em alguns lugares diferentes e só vagabundear por aí. No final das contas, nós perdemos a disputa na justiça mas ainda conseguimos um acordo com a gravadora que nos deu a motivação para compor música novamente.
 
No verão de 2014, ideias e um conceito para Running Out Of Love começaram a tomar forma e o single “Death To Fascism”, agora muito velho para ser incluído, foi o primeiro esforço para o novo álbum. Depois, mais canções começaram a surgir. O nosso caso jurídico foi tratado em “Occupied”, a indústria de armas e exército sueco em “Swedish Guns” e “We Got Game” fala sobre a orgulhosa tradição policial de proteger nazistas e racistas, enquanto ao mesmo tempo usam violência brutal contra grupos de oposição e protestantes.
 
Running Out Of Love acabou se moldando como um álbum meio distópico, principalmente porque ele criou um sentimento de frustração profunda sobre as ondas reacionárias que caracterizam nossos tempos.”

– leia mais: London is stereo entrevista a banda.
foto: Sara Amroussi-Gilissen para The Line of Best Fit
ouça o som da banda

Written by

Estudante de Design de Moda, me encontro nesta área com o fascínio de entender o mercado de moda e os padrões que permeiam a sociedade. Por esse motivo criei a FRANK'S HOUSE mag, site que vem com o próposito de questionar comportamentos rotulados.

Deixe uma resposta