Opostos se atraem em lookbook da L’ORIGINE

L’ORIGINE busca representatividade através do movimento artístico Impressionismo, e utiliza da transparência, formas e cores opostas.

A francesa L’ORIGINE buscou a representatividade através da coleção Primavera/Verão 2018 que se liga ao movimento Impressionismo e pintores como Monet. Ainda traz um conjunto de cores e formas geométricas, retratando a atração dos opostos. Por traz a ideia apresenta a sociedade como igual, não ignorando suas cores, sendo elas completares umas das outras.

Impulsionando o movimento social que percebeu a necessidade pela representatividade. Tal movimento se faz necessário em momentos onde histórias foram apagadas e continuações ignoradas.

O fundo transparente apresenta a transparência universal, onde a sociedade está  em constante mudança, e tudo deve estar aberto tanto para um como para outro.

Dion Keiser & Jamal Amofa são fotografados por Vincent Van Kleef (@vxi), com styling composto por Dyllan Ahinful (@ kofikoboe).

Written by

Estudante de Design de Moda, me encontro nesta área com o fascínio de entender o mercado de moda e os padrões que permeiam a sociedade. Por esse motivo criei a FRANK'S HOUSE mag, site que vem com o próposito de questionar comportamentos rotulados.

Deixe uma resposta